Região: Motoristas de transporte alternativo fecham BA-290 em protesto contra o monopólio imposta pela família Carletto e as altas multas da AGERBA.

Destaques Manchetes Manchetes II Política

Motoristas de transporte alternativo ( lotações ) bloquearam os dois sentidos da BA-290, sul da Bahia, no trecho de acesso às cidades de Alcobaça, Caravelas e Prado, sentido Teixeira de Freitas, nesta terça-feira (19/12).

O protesto começou no início da manhã, e foi encerrado no início da tarde, conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Durante o ato, os manifestantes fecharam a via nos dois sentidos e queimaram galhos de árvores e pneus.

A categoria informou que o protesto foi motivado por multas indevidas cobradas pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). De acordo com os motoristas, os valores chegam a R$ 3.900.

De acordo com os manifestantes a forma truculenta com que eles tem sido abordados pela PRE contribui para a criminalização da categoria. Relataram também que é injusta a forma que a família do Deputado Federal Ronaldo Carletto exerce o monopilídio no transporte intermunicipal na região do sul e extremo sul baiano.

Ronaldo Carletto a direita com o ex-prefeito cassado de Eunápolis pela Justiça Federal pego na Operação Fraterno da PF a esquerda

Ronaldo Carletto, é um empresário do setor de transportes e político brasileiro, nascido no Espírito Santo mas com carreira política na Bahia, atualmente Deputado Federal por este Estado, filiado ao PP

Segundo a Agerba, a categoria tem recebido as multas porque os motoristas têm permissão somente para sair de sua cidade de origem com passageiros.

Vídeo com o relato dos manifestantes a PRE- Policia Rodoviária Estadual

 

 

Pela regulamentação, eles não podem retornar desses destinos com outros passageiros porque configura transporte intermunicipal.

Manifestações

Essa não é a primeira manifestação do tipo, no sul da Bahia. No final de novembro, motoristas protestaram pelo mesmo motivo, em Ibirapitanga. Eles fecharam a BR-101, nas proximidades do distrito de Travessão.

Na ocasião, o grupo queimou pneus e fechou a via com ônibus, o que causou engarrafamento na região.

Por: Opinião Pública/ Léo Feitosa

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *