Policia Federal prende 6 pessoas no extremo sul baiano por fraude no INSS.

Destaques Manchetes Manchetes II Policia

Seis pessoas foram presas nesta quarta-feira, 13, durante a Operação Álibi da Polícia Federal, na Bahia. A ação aconteceu simultaneamente nas cidades de Teixeira de Freitas, Nova Viçosa e Porto Seguro, no interior do estado.

A operação investigava uma organização criminosa especializada em fraudar a Previdência Social. Segundo a Policia Federal a quadrilha usava nomes de pessoas que morreram na infância. Os dados fraudulentos eram usados para fazer alguns recolhimentos à Previdência Social com valores próximos ao teto de contribuição. Com isso, eles deixavam as “falsas pessoas” aptas a receber algum benefício do INSS, que em seguida, simulavam o falecimento dessas pessoas, solicitando o benefício de pensão por morte.

Ainda conforme a polícia, o prejuízo causado pela quadrilha aos cofres da União ultrapassou R$ 2.150.000. A corporação informou que um advogado estava entre os chefes do grupo.

Ao todo oito prisões foram efetuadas, e de acordo com a polícia, três foram detidas em Teixeira de Fretas, duas, em Nova Viçosa, e uma, em Porto Seguro, na Bahia, além de uma pessoa na cidade do Rio de Janeiro e outra, em Betim, na Grande BH.

Os supostos envolvidos no esquema seriam portanto os nomes abaixo listados.

Cristóvão João, 59 anos de idade; Benedito Maria dos Santos, 42 anos; Lucimar Cabral da Silva, 40 anos; Azuil Maria dos Santos, 48 anos e Juliana Maria dos Santos, 40 anos.

Segundo a PF, os suspeitos vão responder pelos crimes de formação de quadrilha e estelionato em detrimento da Previdência social.

Por: Opinião Pública/ Léo Feitosa/ Fonte: G1-Bahia

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *