MPF recorre e pede a Moro que aumente pena do ex-presidente Lula

Destaques Manchetes Manchetes II Política Variedades

Moro havia absolvido os acusados por julgar “falta de prova suficiente da materialidade” para condená-los.

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu nesta segunda-feira (31) da sentença do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

Os procuradores pediram aumento da pena aos réus, além da condenação do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, e do próprio Lula pelos mesmos crimes, neste caso, no armazenamento do acervo presidencial. Moro havia absolvido os acusados por julgar “falta de prova suficiente da materialidade” para condená-los.

 

Por: Opinião Pública/ Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *